Blog

11/12/17

20 dicas práticas para facilitar a sua vida de viajante

Sempre que vamos viajar, buscamos por livros, amigos ou familiares com dicas importantes sobre o local escolhido. Mas é sempre bom saber alguns truques que vão facilitar sua vida antes, durante e depois do passeio. São coisas simples, que muitas vezes passam despercebidas e que, quando as vemos, já dão aquela impressão de “por que não pensei nisso antes?”.

Bom, agora você já vai saber 20 dicas bacanas que vão mudar sua rotina e evitar o stress, principalmente na hora de viajar e tirar férias, quando o mais importante é descansar e aproveitar.

1. Use o modo anônimo para comprar passagens

Para quem ainda não sabe, muitos dos sites de compras alteram seus preços dependendo da quantidade de cliques que você faz em certas buscas. Então evite esta frustração e garanta os melhores preços através da navegação anônima ou privativa na internet.

2. Organize seus cabos em uma caixa para óculos

Nem só para guardar os óculos de sol servem as caixinhas. Estes cases são ótimos aliados para organizar cabos fundamentais no dia a dia, que nunca sabemos onde estão ou como iremos guardá-los.

3. Marque sua mala com uma fita colorida

Para identificar sua mala mais facilmente no aeroporto, amarre fitas coloridas nela, deixa bem enfeitada, assim será mais fácil identificá-la a qualquer momento, evitando trocas e confusão.

4. Utilize a mola de uma caneta antiga para proteger seus carregadores

Os fios podem estragar facilmente dependendo da maneira como são guardados, então para não danificá-los e poupar seu dinheiro, pegue a mola de uma caneta antiga e coloque o fio entre ela, assim evita maiores estragos durante a viagem e sua rotina.

5. Não perca tempo em filas do banheiro em aeroportos

Na hora do aperto, não dá pra ficar procurando por banheiros, mas esteja ciente de que haverá filas nos aeroportos dependendo do horário que você chegou. Não perca seu tempo nelas, procure banheiros em outros andares ou dentro de estabelecimentos.

6. Na falta de adaptador para tomada, use o plug da TV

A televisão pode salvar sua vida na hora de carregar seus gadgets. No esquecimento do adaptador para tomada da entrada USB, utilize o cabo no plug da TV e tenha um celular com bateria cheia.

7. Enrole suas roupas para economizar espaço

Parece bobo, mas enrolar as roupas rende um bom espaço na sua mala. Faça um rolinho com todas as peças e ainda tenha uma sobra pra trazer presente pros amigos.

8. Coloque as calças na mala em primeiro lugar

As calças, principalmente jeans, ocupam um bom espaço na mala, mas com este método você economiza um pouco e ainda diminui a chance das demais roupas amassarem. Coloque as calças dentro da mala, deixando metade pra fora, na sequência inclua o restante das peças e depois coloque a outra metade das calças pra dentro da bolsa.

9. Enrole as roupas em papel de seda branco para não amassá-las

Está indo pra um casamento importantíssimo em Paris? Bom, pra checar na estica, enrole um papel de seda envolta das roupas que não podem amassar, assim como algumas lojas fazem. Não é apenas charme, é funcional.

10. Escaneie documentos importantes para poder acessá-los facilmente

É sempre bom se prevenir na hora de viajar, então não vacile e leve uma cópia de todos os documentos importantes necessários. Além disso, salve-os em algum local da internet, como seu e-mail, para ter fácil acesso a eles, caso precise.

11. Embrulhe seus sapatos numa touca de banho

Essa dica é muito simples, mas pouca gente pensou nisso. As toucas de banho, principalmente as descartáveis, são ótimas para separar e proteger os sapatos do restante das roupas.

12. Utilize o “modo avião” do smartphone para economizar bateria

Quando viajamos, esquecemos o resto do planeta, mas o smartphone nos mantém conectados o tempo todo, o que consome uma baita bateria. Se você não tem apego e não precisa de sinal, coloque o celular no modo avião e seja feliz com uma bateria que dura muito mais.

13. Prendedores de papel organizam seus fones de ouvido

A maioria das pessoas ouve música durante seus trajetos e no meio da correria toda, os fios sofrem, ficam mais enrolados do que fila de banco e até quebram. Para não ter este problema, enrole-o num prendedor de papel e prenda-o na bolsa ou mochila.

14. Para evitar a turbulência, sente-se próximo às asas do avião

Para os que têm pânico de voar de avião, esta dica é valiosa, e até para os que não ligam tanto, afinal, ninguém curte pegar turbulência no meio do voo. Como as asas servem pra estabilizar a aeronave, os movimentos ficam menos intensos na região próxima.

15. Utilize o Google Maps Offline

Nem sempre estamos munidos de 3G ou wi-fi, então pra não ficar perdido de bobeira é sempre bom saber essa dica: o Google Maps salva mapas para serem utilizados offline. Basta fazer sua busca normalmente e então digitar no campo de busca “ok maps”, assim o app salva aquela localização.

16. Utilize plástico para fechar embalagens que podem vazar

Quem nunca teve um produtinho de higiene ou beleza todo espalhado na mala? Pois é, se você quer se prevenir desse problema, não pense duas vezes antes de colocar um plástico por dentro das tampas, para que os produtos não vazem na mala.

17. Roube a senha do wi-fi via Foursquare

O Foursquare é uma ferramenta muito utilizada para compartilhar senhas de wi-fi. Usuários costumam deixar comentários com as senhas nos devidos estabelecimentos, assim você não precisa ficar perguntando.

18. Use “cabides prateleiras” para economizar tempo

A correria do dia a dia, somada ao fato de que fazer malas pode ser bem chato, pode tornar sua pré-viagem estressante. Para facilitar na hora de fazer e desfazer as malas, nada melhor do que os cabides em formato de prateleiras, que cabem certinho dentro da bolsa e ainda deixam tudo organizado.

19. Envie um cartão postal de cada lugar pra você mesmo

Registrar tudo o que se passou durante uma longa viagem fica bem difícil depois de um tempo. Para recordar os melhores momentos e sentir o que você estava passando durante o período fora de casa, envie um cartão postal ou fotos com mensagens para você mesmo. E sim, ainda é gostoso receber coisas pelo correio que não é eletrônico.

20. Doe seu dinheiro no último dia de viagem

Boas ações podem servir de gratidão aos bons momentos da sua viagem. A experiência de troca com pessoas que necessitam da sua ajuda também é pra lá de enriquecedora, então vai lá, bate um papo e doe o que puder.


Fonte: Nômades digitais

continuar lendo

10/11/17

O que fazer em Buenos Aires: 40 dicas para a sua primeira viagem à capital argentina

A capital argentina é, muitas vezes, a primeira viagem dos brasileiros ao exterior. A boa quantidade de voos e a frequência com que as companhias aéreas oferecem promoções são um incentivo a mais para que a cidade entre na lista de desejos de muitos viajantes. Buenos Aires se renova a cada dia e quem se apaixona pelo lugar faz questão de voltar outras vezes, fazer novos passeios e conhecer novos lugares.

Como centro urbano que é, Buenos Aires sofre das mazelas de uma cidade grande, mas também oferece tudo que se espera de uma metrópole. Além da arquitetura charmosa, a cidade tem diversos pontos turísticos, parques, variedade de restaurantes, opções de entretenimento noturno e muitas lojas.

Confira algumas dicas de Buenos Aires:

Buenos Aires tem uma infinidade de pontos de interesse e alguns são muito tradicionais entre turistas, principalmente para quem está em sua primeira viagem.

1 – Casa Rosada – A sede da presidência da Argentina é um dos símbolos do país e passou a ter seu exterior pintado de rosa por volta de 1870. Há várias explicações para a cor, desde que representaria a união de dois partidos políticos até quanto ao uso de sangue bovino misturado à tinta naquela época. O edifício que hoje é sede do governo começou a tomar a forma a partir da junção da Casa de Governo com o edifício de Correios e Telégrafos. Conhecer a fachada e tirar uma foto ali é figurinha carimbada no roteiro dos brasileiros, mas é possível também fazer uma visita guiada (gratuita) ao interior do edifício aos sábados, domingos e feriados. Também há o Museu do Bicentenário na parte de trás do prédio.

2 – Plaza de Mayo – A Praça de Maio é o coração político de Buenos Aires. O local é palco frequente de manifestações populares, entre elas a manifestação das Mães da Plaza de Mayo que ocorre às quintas-feiras, e está cercado por belos edifícios como a Casa Rosada, o Cabildo, a Catedral e a sede do Banco de La Nación Argentina. Arborizada e com vários bancos, essa praça costuma ser um local de descanso dos portenhos que trabalham ou vivem na região. De frente a ela sai a Avenida de Mayo, que leva à bela praça do Congresso

3 –  Av. 9 de Julho, Av. Corrientes o Obelisco – O Obelisco é um monumento histórico de Buenos Aires criado para comemorar os 400 anos de fundação da cidade. Ele está localizado no cruzamentos entre as avenidas Corrientes e 9 de Julho, ambas muito movimentadas. A Av. 9 de Julho já foi, inclusive, considerada a avenida mais larga do mundo. A Corrientes é considerada a Broadway portenha devido aos inúmeros teatros – é possível fazer fotos com as estátuas de alguns artistas argentinos na calçada.

4 – Caminito – As janelas e paredes coloridas fazem parte do cenário no Caminito, uma rua-museu a céu aberto extremamente turística, que abriga restaurantes, lojas de lembranças e ateliês. O assédio é chato, mas quando se fala em turismo em Buenos Aires, esse é um dos locais mais tradicionais a ser conhecer. O nome se deve a um tango, cujas letras estão gravadas em algumas paredes do lugar. A variedade de lembranças de viagem a alfajores no lugar é enorme, entretanto, negociar o preço é a melhor tática.

5 – Teatro Colón – O Teatró Colón é motivo de orgulho dos portenhos e impressiona pela riqueza de detalhes em seu interior. Pela acústica apurada, ele é considerado um dos melhores teatros de ópera do mundo e quem visita a cidade pode aproveitar a viagem para assistir a um espetáculo. Caso não consiga assistir a uma apresentação, faça a visita guiada, que mostra a arquitetura e decoração interna do edifício.

6 – Museu de Arte Latinoamericana – MALBA é a versão encurtada do nome do museu, que abre suas portas para exibir quadros de artistas como Tarsila do Amaral e Frida Kahlo. O local é interessante pois reúne obras de artistas de diversos países e possui algumas obras interativas, deixando o passeio mais leve.

7 – Museu Nacional de Belas Artes – O foco do museu é contar a história da Argentina e alguns dos períodos mais importantes de sua história através de obras de artistas locais. O lugar tem quadros muito bonitos e além das obras nacionais há obras de artistas como Monet, Pissarro e El Greco. Fazer a visita guiada é indicado para conhecer com mais propriedade e história das obras.

8 – Puerto Madero, área portuária revitalizada e que hoje tem excelente restaurantes, é um ótimo passeio em Buenos Aires, principalmente para conhecer esse lado moderno da cidade. Passeando por lá, aproveite para visitar a Puente de la Mujer e a Fragata Sarmiento, que atualmente funciona como museu.

9 – La Bombonera – O adorado estádio do Boca Juniors é um dos pontos que os fãs de futebol mais gostam de conhecer. Visitas ao museu e ao estádio possibilitam conhecer mais de perto a história do clube, suas conquistas e ter até a oportunidade de ver de pertinho o campo e visitar os vestiários. Fica bem perto do Caminito.

10 – Cemitério da Recoleta – Pode parecer estranho, mas é isso mesmo: o cemitério da Recoleta é um dos “pontos turísticos” mais visitados de Buenos Aires. No lugar estão enterradas algumas celebridades argentinas, entre elas o General Alvear e Evita Perón, cujo túmulo sempre está com flores. Na visita guiada gratuita dentro do cemitério (ou com o mapa que é vendido na entrada) é possível conhecer detalhes dos túmulos mais importantes, alguns deles são considerados monumentos históricos nacionais. Complete a visita com a Igreja Nuestra Señora del Pilar e o ótimo Centro Cultural Recoleta, que ficam bem ao lado, assim como o shopping Buenos Aires Design, onde está o Hard Rock Café.

11 – Floralis Generica – O monumento metálico criado pelo arquiteto Eduardo Catalano chama a atenção mesmo de longe. Trata-se de uma enorme flor de metal, cujas pétalas se abrem durante o dia e se fecham durante a noite na Plaza de las Naciones Unidas. Vale a pena ainda caminhar até a Faculdade de Direito, atravessar a avenida pela passarela e chegar à Plaza Francia e à Biblioteca Nacional Mariano Moreno, com um prédio fantástico.

Onde Comer

O lado gastronômico é parte integrante e inseparável de um roteiro na cidade. Come-se muito bem em Buenos Aires, principalmente se houver um planejamento prévio sobre quais lugares visitar. Para não perder o supra-sumo da cozinha argentina, experimente o seu doce de leite, as empanadas, os cortes de carne argentinos e alfajores. Para escolher entre milhares de restaurantes, vale a pena dar uma olhada no Guia Óleo, o mais usado pelos portenhos, com avaliações notas.

12 – Café Tortoni – Um dos locais mais tradicionais de Buenos Aires é o Café Tortoni. Tudo bem que o atendimento dos garçons não é lá grandes coisas, mas o lugar vale a pena mesmo pelo ambiente, com uma decoração muito bonita, e pela tradição. O Café foi fundado em 1858 e é considerado a cafeteria mais antiga da cidade. Um café quente ou um chocolate com churros são bons motivos para fazer uma parada por lá durante a tarde. Durante a noite, o Café Tortoni também tem apresentações de tango.

13 – Don Julio – Sair de Buenos Aires sem comer uma carne acompanhada de papas fritas é uma tarefa quase impossível, se você não é vegetariano. E se tiver que apostar em um só, vá no Dom Julio, que só serve carne procedente de pecuária extensiva (gado de pasto), uma das razões de estar na 21a. posição da lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina de 2017. Mas atenção: o ponto tradicional da carne no país é mal passado e se você não gosta de carne dessa forma, é bom não esquecer de dizer como prefere que ela seja preparada!

14 – Alfajores e dulce de leche – A Havana é certamente a marca de doces mais conhecida pelos brasileiros na argentina, com inúmeras lojas espalhadas pela cidade e em outras partes do mundo, inclusive no Brasil. Mas em se tratando de alfajores e do famoso dulce de leche a disputa é muito acirrada! Marcas como Cachafaz, Recoleta, Abuela Goye, Negro, Jorgito e muitas outras podem ser encontradas facilmente nos supermercados e kioskos pela cidade! Não deixe de experimentar muitos!

15 – Sorvetes – Os imigrantes italianos deram ao helado argentino um sabor e cremosidade únicos! A Freddo é a rede de sorvetes mais tradicional e conhecida, mas há outras que merecem sua visita, como a Persicco e a Volta, com várias unidades espalhadas pela cidade. Também merecem destaque a heladeria Daniel e a Jauja, considerada por muitos como a melhor sorveteria de Buenos Aires! Não tenha dúvida em experimentar todos os helados pelo caminho!
Shows de tango

16 – Seja em um show super turístico, em uma casa pouco explorada, na rua 1mesmo, ou em uma milonga (onde os locais se encontram para dançar), ter contato com o tango e admirar essa dança é um programa muito interessante em Buenos Aires. Os preços variam de acordo com a casa, porém, é possível encontrar tangos para todos os bolsos. Mesmo quem não é tão fã de dança se rende ao talento dos bons dançarinos e ao ritmo.

17 – A variedade de locais para assistir a um espetáculo de Tango é imensa. Algumas das opções mais procuradas pelos turistas são o Señor Tango, Tango Porteño, Café Tortoni, Madero Tango, El Querandí, Piazzolla e o Centro Cultural Borges. Cada um dos espetáculos tem um foco, alguns são mais turísticos e comerciais, outros mais tradicionais. Se quiser apresentação estilo espetáculo e teatral, uma boa opção é o Tango Porteño, mas se você prefere uma apresentação menor, uma boa sugestão é o El Querandí. Apesar de belos, esses espetáculos são voltados principalmente para turistas, por isso vale a pena conferir as apresentações do Centro Cultural Borges, muito bem produzidas e bem mais baratas, onde também há muitos portenhos. Fica na belíssima Galerias Pacífico. Para dançar o tango, a dica é escolher uma das muitas milongas, onde os locais frequentam para dançar, como La Viruta ou Parakultural – em várias delas é possível fazer aulas de tango.

18 – Delta do Tigre – Visitar o a cidade de Tigre é um passeio interessante para quem já conheceu os principais pontos da capital e deseja visitar um lugar mais tranquilo. Para chegar à cidade de Tigre é possível ir de trem a partir da estação Retiro até a estação Mitre/Maipú (separadas por uma passarela), e de lá utilizar o circuito turístico Tren de La Costa até a estação Delta. Na cidade, o que os turistas mais costumam fazer é caminhar para conhecer a própria cidade e passear de barco pelo Delta do rio Tigre, admirar a paisagem, as casas e construções locais.

19 – Passar o dia no campo ou em um parque – Este é o programa favorito dos argentinos nos fins de semana. Buenos Aires tem diversos parques públicos onde se pode caminhar, andar de pedalinho ou apenas ver a vida passar. Os Bosques de Palermo são uma boa pra fazer um piquinique com um bom vinho Malbec, queijos e alfajores! Se quiser ir um pouco mais longe, procure uma estância onde se possa passar o dia para experimentar as delícias do campo.

20 – Colonia del Sacramento – Colônia é uma pequena cidade uruguaia que pode ser conhecida em um passeio de um dia saindo de barco de Buenos Aires e atravessando o Rio da Prata. A cidade é pequena, muito arborizada, e tem um centrinho histórico superinteressante. O lugar foi disputado por espahóis e portugueses e hoje em dia preserva um pouco de suas construções históricas e ruas pavimentadas com pedras.

Compras em Buenos Aires

Quem não perde a oportunidade de voltar de viagem com alguns quilos a mais na bagagem deve incluir no roteiro uma visita à Calle Florida e Galerias Pacífico. A avenida Santa Fé também é ótima para compras devido à enorme variedade de lojas e oportunidade de encontrar ofertas. Para compras de luxo a dica é o Patio Bullrich; mas se, ao contrário, você deseja economizar e encontrar lojas descoladas, vá à Plaza Serrano e sua região, ou visite a incrível Feira de San Telmo aos domingos! A feira de San Telmo é imperdível para quem gosta de antiguidades.

21 – Florida – A rua Florida (Calle Florida), é um dos principais lugares para fazer compras na cidade. O lugar é muito frequentado por turistas e tem lojas de todos os tipos (roupas, calçados, acessórios, farmácia) além de vendedores ambulantes que expõem seus produtos no meio da rua, já que o local é fechado para carros. Também na rua Florida encontram-se as Galerias Pacífico, um shopping com arquitetura muito bonita (não deixe de observar o teto) e marcas de renome mundial.

22 – Áreas e ruas de compras – Buenos Aires reserva diversas áreas e ruas que são indicadas para compras. Além da rua Florida, sugerimos conhecer as avenidas Córdoba, Santa Fé e os bairros Once (lojas com bons preços em atacado e varejo), Villa Crespo (outlets), Palermo Soho, Caminito (lembranças de viagem) e San Telmo.

23 – Shoppings – A capital argentina tem muitas lojinhas de rua, mas também tem ótimos shoppings. Se você é do time dos consumistas, visitá-los é uma boa alternativa. Shoppings como Alto Palermo, Patio Bullrich, Abasto e as Galerias Pacífico são algumas das alternativas de compras em locais fechados. No Alto Palermo você encontra muitas lojas de marcas locais, enquanto no Patio Bullrich o foco são as compras luxuosas

24 – Outlets – Buenos Aires não é nenhuma Miami, mas a cidade tem também seus outlets que podem proporcionar compras vantajosas se compararmos os preços de produtos equivalentes no Brasil. As lojas concentram-se, principalmente, na Villa Crespo e estão em vias como Córdoba, Gurruchaga, Raúl Scalabrini Ortiz, Corrientes e Aguirre – o ideal é ir ao local e ir passeando por essas ruas. Por lá você encontra lojas como Puma, Adidas, Levi’s, Lacoste, etc.

25 – Feiras – Fãs de compras e achados inesperados precisam passear pelas feiras de Buenos Aires. A mais conhecida delas é a feira de San Telmo, que ocorre aos domingos e reúne pessoas vendendo todo tipo de coisas – desde roupas e artigos de decoração à antiguidades. As lojinhas do bairro também são muito boas e estão abertas mesmo aos domingos. Outra feira muito bacana é a feira da Plaza Serrano, em Palermo Soho – essa região é cheia de lojas de roupas descoladas e as feirinhas são ótimas para conseguir roupas com bons preços. Próximo ao Caminito também há uma freirinha boa para adquirir souvenirs ou artesanato.
Hotéis em Buenos Aires

26 –  As opções de hospedagem em Buenos Aires são inúmeras e variadas. A cidade oferece acomodações estilo bed & breakfast, albergues, hotéis e apartamentos para aluguel de temporada. O Hotel mais famoso da cidade é o Alvear, uma espécie de Copacabana Palace portenho, que oferece, um ótimo chá da tarde. Sites como o Booking são indicados para procurar entre a grande variedade de hotéis.

27 – Dois dos bairros mais procurados para se hospedar em BsAs são o Microcentro e o Centro, áreas próximas de alguns dos principais pontos turísticos e que costuma ter diárias a preços atrativos. Sem toda a movimentação do Centro, mas também bem localizada está a Recoleta, que é uma área muito bonita e indicada para caminhar. Palermo, um bairro agradável, com muitos bares, restaurantes e lojas e indicado para quem deseja ter uma experiência de “morador” e encontrar pequenos hotéis por preços camaradas.

28 – Aluguel de apartamento – Ficar em um hotel não é a única opção para os turistas em BsAs, alugar um apartamento é bastante comum e que pode ser vantajoso financeiramente, principalmente para famílias. A experiência é bem diferente, em um apartamento você vive como um morador local, pode fazer sua própria comida ou ir ao supermercado fazer suas compras. Entre os sites utilizados para alugar um apartamento, mesmo que seja por um curto período, estão o Airbnb, Stay in Buenos Aires e Temporary Apartments.
Dicas

29 – Dinheiro – De uma maneira geral compensa levar reais e trocar por pesos na Argentina – nunca no Brasil, exceto em Foz do Iguaçu e cidades fronteiriças. O Banco La Nación oferece uma cotação baixa para reais, então prefira fazer a troca no centro. O Banco Piano costuma ter cotações excelentes e é possível consultar online. A cambio Alpe fica ao lado e é outra boa opção.

30 – Cartão de crédito – Após o fim do câmbio paralelo voltou a ser viável usar cartão de crédito na Argentina. Há desvantagens como o IOF de 6,38% e o dólar nem sempre favorável dos bancos, mas é prático, seguro e rende milhas. Se a tarjeta de crédito for sua opção. o uso é bem semelhante ao do Brasil, é comum pedirem um documento pessoal, além de ser necessário assinar o recibo. Muitos lugares não aceitam cartão, apenas dinheiro (efectivo).

31 – Transportes  – Buenos Aires é uma cidade ótima para caminhar, principalmente na região central. Para ir de um bairro à outro, é interessante utilizar o metrô, ônibus, táxis ou Uber. Logo que chegar à cidade compre uma tarjeta Sube em qualquer kiosko ou comércio e carregue alguns pesos: ela pode ser usada no metrô, ônibus, ônibus intermunicipal e até pedágios!

32 – Caminhar ou pedalar é uma das atividades mais prazerosas a se fazer em Buenos Aires. A cidade é ideal para andar a pé e descobrir devagar cada cantinho. Se caminhar não é sua praia, alugue uma bicicleta, elas têm ganhado cada vez mais espaço no trânsito maluco da cidade. Há até um serviço da Prefeitura de bicicletas gratuitas em vários pontos, o Ecobici – basta se cadastrar e sair pedalando!

33 – Uber – O serviço já está bem estabelecido e conta com preços mais em conta que os táxis, além de passarem ao largo de golpes comuns aplicados por taxistas. É necessário baixar o aplicativo ainda no Brasil e conectar em uma rede wi-fi para chamar o serviço. Aproveite para conferir o trajeto no mapa.

34 – Metrô – O metrô é uma boa alternativa para percorrer médias e longas distâncias em Buenos Aires pagando pouco, entretanto, o sistema de transporte é antigo. Por lá, o metrô é conhecido como subte e para usá-lo é necessário comprar uma tarjeta Sube.

35 – Ônibus – Em Buenos Aires eles são chamados colectivos e têm uma cara meio vintage, bem coloridos, mesmo os veículos mais novos. São uma opção ótima para um city tour barato pela cidade e são pagos com a tarjeta Sube, a mesma do Metrô. Dica: para usá-los instale o ótimo app Como Llego da Prefeitura de Buenos Aires em seu smartphone! Basta indicar para onde deseja ir e ele informa a melhor rota, seja por metrô ou ônibus!

36 – Mapa – A melhor forma de se localizar durante sua viagem é fazer o download da cidade de Buenos Aires no Google Maps. Assim você pode usar o aplicativo mesmo quando estiver sem internet em seus passeios pela capital portenha, incluindo as indicações de lugares e restaurantes próximos. O google maps já oferece a opção de baixar o mapa de uma cidade para usar quando esteja offline, vale fazer isso antes de ir.

37 – Internet – Buenos Aires oferece muitos pontos de internet wifi gratuitos aos seus visitantes. Para usá-los uma boa dica é baixar grátis o app BA WIFI, da Prefeitura de Buenos Aires, que indica o ponto mais próximo, incluindo prédios públicos, universidades e até comércio. Quer usar o 4G no celular? É bem fácil também! Passe em qualquer kiosko e compre um chip pré pago. Não é necessário cadastro, basta inserir o chip e sair usando – geralmente é cobrado um valor por dia de uso.

38 – Roubos e Furtos – Passeando por Buenos Aires, tome cuidado com seus documentos, cartões e dinheiro. A capital argentina não é uma cidade violenta, mas os furtos são frequentes, especialmente no metrô e pontos turísticos de grande aglomeração. Leve para a rua apenas o necessário e sempre esteja de olho em seus pertences. Procure carregar bolsas e mochilas próximas ao corpo e não se distrair em locais de muito movimento, pois é principalmente nessas horas que os batedores de carteira, com mãos bem suaves, furtam as pessoas.

39  – Quando ir – A capital argentina tem estações bem definidas, portanto, cada uma das estações promove uma experiência diferente. No verão as médias são de 24ºC, mas as temperaturas passam dos 30ºC e podem dar a sensação de estar mais quente, devido à umidade. No inverno, com média de 12ºC, e chuvas mais escassas, a temperatura pode chegar a 0ºC em noites frias, então não deixe de levar agasalhos. A cidade é movimentada e recebe turistas durante todo o ano, então reserve seus hotéis com alguma antecedência, especialmente se a viagem for feita em algum feriado ou período de férias.

40 – Documentação – Não é necessário passaporte para visitar Buenos Aires, bastando apresentar o RG em bom estado de conservação e que permita identificar a foto do portador com facilidade. Documentos, como carteiras profissionais e CNH, não são aceitas para fins de imigração. O prazo para brasileiros que viajam a turismo na Argentina é de até 90 dias.

Nossa intenção não é esgotar o tema, afinal, Buenos Aires é uma cidade onde a cada dia surgem novos estabelecimentos. Conheça, desfrute e compartilhe conosco sua experiência maravilhosa.

continuar lendo

10/10/17

Economizando muito dinheiro em Lisboa e Portugal

Veja aqui várias dicas legais para economizar muito dinheiro em Lisboa, Porto e qualquer outra cidade de Portugal que você deseje conhecer também. São dicas úteis para você conseguir economizar na hospedagem, comida, atrações, passeios, passagem, aluguel de carro, no seguro viagem que é obrigatório para Europa e muitas outras dicas que vão fazer você economizar muito na sua viagem. Sabendo economizar um pouco em cada lugar e reserva que for fazer, sua viagem para Lisboa, Porto e toda a Portugal vai sair muito mais barata do que planejava. São dicas incríveis e comparadores de preços excelentes para você planejar sua própria viagem, conseguindo sempre os melhores preços.

Como economizar muito em Lisboa

Como economizar muito no seguro viagem obrigatório

Vamos começar com o Seguro Viagem Internacional que é obrigatório para entrar em Lisboa, Porto, Portugal e qualquer lugar da Europa. Já que é obrigatório e não tem como fugir dele, dá para economizar e muito fazendo o seu. Existe um comparador incrível que compara o seguro viagem nas maiores e melhores empresas da Europa. Você entra no site, digita o período da sua viagem e ele vai te dar uma lista de todos os seguros viagens disponíveis e o valor de cada um. É só ver o que achar melhor, analisar as coberturas e contratar o seguro, que pode ser parcelado em até 12 vezes.

Economizar em Lisboa

Se quiser pesquisar ou contratar, clique aqui em Comparador de Seguro Viagem para fazer sua pesquisa. Nós sempre fazemos o nosso por ele e além de achar preços incríveis ele é de confiança e as empresas são ótimas. A Travel Ace, Green Card, Vital Card e Assist Card são as líderes mundiais. Lembrando que para entrar na Europa você é obrigado a ter um Seguro Viagem com cobertura mínima de 30 mil euros em assistência médica. Então escolha o seu seguro levando essa regra em consideração que não terá problemas.

Economize mais de 25 euros por dia com água

Essa dica é super simples e no final das contas faz você economizar um bom dinheiro. Para quem não sabe, em toda a Europa é super comum as pessoas pedirem água da torneira nos restaurantes, pois lá ela é super bem tratada e ótima para o consumo. Os moradores já estão acostumados a pedir, mas os turistas não sabem e se você pedir somente "água", eles irão trazer uma garrafa de vidro de água natural que é um pouco cara, em média 8 euros 1 litro. Gastando isso todos os dias, no almoço e na janta, dá um valor considerável. Então peça sempre "tap water", a água de torneira. É super normal e não é falta de educação nem estranho. E as águas de garrafinhas que ficam no frigobar do hotel são geralmente uns 4 ou 5 euros, então vá em um mercado perto do hotel e compre um monte já por 1 euro cada uma. Só nessas economias de água, em uma viagem de 10 dias você economiza uns 300 euros se estiver em duas pessoas.

Agua da torneira nos restaurantes da Europa

Como economizar nos passeios em Portugal

Lisboa, Porto e as cidades portuguesas possuem vários passeios e atrações gratuitas que são uma ótima forma de economizar na viagem. Procure visitar as praças, os portos e lugares turísticos que não são abertos ao público. Em Lisboa, um passeio incrível é ver o por do sol de cima de alguma colina, como por exemplo do Miradouro Nossa Senhora do Monte. É um dos lugares mais altos de Lisboa e pouco visitado pelos turistas, com um visual incrível de toda a cidade. Outra dica para economizar em Lisboa é visitar pontos turísticos gratuitos, como a Torre de Belém de Lisboa, curtir a vista do Castelo de São Jorge de fora e procurar ir ao Mosteiro dos Jerónimos, de domingo antes das 13 horas, pois é a entrada é gratuita, que é considerado uma das Sete Maravilhas de Portugal. E tem museus que possuem entrada gratuita como o MUDE, Museu do Design e da Moda, e o Museu Colecção Berardo que fica no Centro Cultural Belém. São passeios incríveis que vão fazer você economizar muito em Lisboa e Portugal.

Economizar em Lisboa Castelo São Jorge

Outra dica para economizar com os passeios é comprar os ingressos antes pela Internet, que além de serem sempre mais baratos, você economiza um bom tempo que perderia nas filas das bilheterias e já viaja com os ingressos em mãos. Um site legal que nós sempre utilizamos é esse Site de Ingressos da Europa que vende ingressos para os principais pontos turísticos e passeios de Lisboa, Porto e de todas as cidades da Europa. Eles são um dos maiores vendedores de ingressos de passeios e pontos turísticos de todas as cidades do mundo, o site está em português e o bom é que você compra todos os seus ingressos em um único lugar, ao invés de ficar comprando no site de cada atração. É muito mais prático, você tem um atendimento excelente para resolver qualquer problema ou dúvida que tiver e os preços são ótimos e muitas vezes mais barato do que no próprio site da atração. Facilitou bastante nossas viagens e ajudou a economizar tempo e dinheiro. Os passeios de Lisboa que mais indicamos são o Oceanário de Lisboa, Castelo de São Jorge e a Torre de Belém, que são os principais pontos turísticos.

Economizando muito no aluguel de carro em Portugal

Outra dica que vai fazer você economizar muito em Portugal é no aluguel do carro. A maioria dos brasileiros que viajam para lá alugam um carro para poder visitar os pontos turísticos da cidade, ir até os outlets e shoppings e poder fazer compras, usar o porta malas e para conhecer as cidades vizinhas, ir até Fátima, e até fazer uma viagem de Lisboa à Porto, que tem uma estrada linda que cruza Portugal. A primeira dica para economizar é reservar com a maior antecedência possível pela Internet. Quanto antes você reservar, mais barato vai pagar. E como tem muitas empresas boas, elas fazem promoções toda hora, então pesquise muito em todas para achar o melhor preço. Existem alguns comparadores de preços de carros que são excelentes e fazem todo esse trabalho por você, achando preços incríveis. Em poucos segundo você vai ter na sua tela todas as opções de aluguel de carro em Portugal nas melhores empresas e é só escolher a mais barata.

Economizar em Lisboa Aluguel de Carro

Se quiser fazer a pesquisa, clique aqui em Comparador de aluguel de carros. Por ser o maior comparador do mundo, ele tem parcerias fortíssimas com as locadoras de carro e por isso conseguem preços imbatíveis. Além disso eles parcelam em até 12 vezes sem juros e por ser uma empresa brasileira você não paga o IOF de 6%, pois o pagamento é feito em reais. Você realmente vai economizar muito. Outra opção boa no mercado é esse outro Comparador de preços de aluguel de carros que é bem parecido com o anterior, mas tem muito mais empresas na sua busca e geralmente ele encontra preços ótimos e mais baratos do que o outro. A única diferença é que o sistema dele é internacional, então não é possível parcelar o valor, mas muitas empresas oferecem a opção de pagar somente lá na hora, o que é ótimo. Vale a pena conferir também, pois eles tem promoções bem agressivas. A dica para economizar ainda mais é utilizar os dois comparadores e ver qual encontra o melhor preço. E em quanto mais pessoas tiver, mais vai economizar, pois tudo será dividido por todos, inclusive estacionamento e gasolina.

Aluguel de carro em Portugal

Prefira agências maiores e de confiança como a Alamo, Hertz, Dollar, Budget e Avis. Faça o seguro básico na hora da reserva que é super importante, mas não caia na pegadinha das empresas que na hora da retirada do carro ficam tentando empurrar um seguro extra que além de caro, não vale a pena. Com todas essas dicas e usando os comparadores, você consegue economizar até uns 150 euros no aluguel do carro.

Como economizar nas compras em Portugal

Outra dica legal é para economizar nas compras em Lisboa e em qualquer outra cidade de Portugal. Tem algumas lojas espalhadas de lembrancinhas e souvenirs pelas ruas mais turísticas que não são baratas, então procure comprar em lojas mais afastadas desses centros turísticos que o preço será menor e eles possuem os mesmos produtos. Se você quer fazer muitas compras, uma dica para você encontrar lojas baratas com ótimos preços é ir direto para um dos outlets de Portugal. Perto de Lisboa tem o Freeport Outlet, que tem preços muito mais baixos e muitas promoções.

Economizar em Lisboa Compras

Outra dica é não comprar em lojas que ficam em pontos turísticos, pois os preços costumam ser muito mais alto e dá para procurar lojas iguais, só que mais afastadas e com preços melhores. Tente sempre usar o cartão pré pego ou os Euros que levar em espécie, pois com o cartão de crédito a taxa cambial vem muito mais alta depois e você acaba pagando ainda mais caro pelas suas compras. Se for viajar na baixa temporada, em Maio, Junho, Setembro e Outubro, vai economizar ainda mais em tudo que for comprar.

Como economizar na hospedagem em Portugal

Um dos itens mais caros na viagem para a Europa é a hospedagem. Uma ótima dica para achar ótimos hotéis com preços incríveis, na região que você quer e economizar muito na hospedagem é usar esse Pesquisador de Hotéis em Portugal. Nós sempre usamos, pois é o maior site de reservas de hotéis do mundo e por isso é o melhor lugar para reservar com confiança e segurança. Sem falar que ele tem todos os hotéis de Lisboa, Porto e de toda a Europa e do mundo nas suas pesquisas e preços imbatíveis pela forte negociação que fazem com os hotéis.

Como economizar muito em Lisboa

Nós sempre fazemos nossas reservas por lá para não ter problemas e sempre economizamos muito, principalmente na região do Centro de Lisboa, que é o melhor lugar para ficar e tem ótimas opções boas e baratas nesse site. E tem a opinião de brasileiros que já ficaram nos hotéis, o que ajuda muito na hora de avaliar cada um. Uma dica que é excelente é quando fizer a pesquisa, filtrar depois por "Bairro", onde você pode selecionar as regiões, e também "Avaliações dos hóspedes" e colocar "Muito bom para cima". Você terá uma pesquisa com os melhores hotéis, nas melhores regiões e com avaliações excelentes dos hóspedes. É a garantia de uma excelente hospedagem pelo melhor preço em Portugal.

Como economizar nas ligações e internet na Europa

Outra forma de economizar na Europa é com as ligações para o Brasil e o uso da Internet. Usar seu celular no exterior com o chip do Brasil é a pior coisa que pode acontecer e sua conta virá um absurdo. Para usar o wifi, a maioria dos hotéis cobram uma taxa diária que e você só pode usar o celular dentro do hotel. O que nós sempre fazemos e que vale muito a pena é comprar um chip de uma empresa estrangeira que a partir de 25 dólares você compra um chip pré pago para usar seu celular a vontade. Pode fazer usar a Internet 24 horas de onde estiver e fazer ligações pelo Skype, WhatsApp e outros aplicativos. Você economiza com ligações feitas no quarto do hotel, não precisa ficar procurando orelhão nem pagar o wifi do hotel.

Usando o celular como GPS

E ainda pode ficar conectado com todo mundo do Brasil e postar as fotos da viagem. Outra dica para economizar mais ainda é que com a Internet do celular funcionando, você economiza mais de 130 euros do aluguel do GPS se for alugar um carro, porque poderá usar o GPS do celular. Além de ser uma facilidade muito grande acaba sendo uma economia de tempo e dinheiro. Se quiser, veja nossa matéria de como usar o celular a vontade na Europa que explica tudo sobre como contratar o chip, os planos, dicas para economizar e como funciona. Eles entregam o chip na sua casa aqui no Brasil e o serviço é excelente, nós adoramos e usamos todas as vezes.


Dica para ir do aeroporto ao hotel de transfer, garantindo o melhor preço, segurança e conforto.

Uma dica que achamos importante dar, é que quem não for alugar um carro em Portugal, o melhor jeito de ir do aeroporto até o hotel, e vice e versa, é de transfer. O transfer acaba saindo mais barato do que o táxi, é muito mais seguro, você não precisa esperar em filas e correr o risco de perder tempo procurando um. Quando chegamos no nosso destino, estamos com as bagagens, não conhecemos o lugar e querer economizar pegando ônibus e trens pode acabar resultando em dor de cabeça. Nós preferimos sempre garantir um transfer no aeroporto e garantir uma chegada tranquila e sem estres no hotel. E em muitos lugares do mundo os táxis dos aeroportos dão vários golpes nos turistas, e não gostamos de passar por isso quando aconteceu com a gente.

Transfer do aeroporto até o hotel

Tem um site muito bom, que é esse Pesquisador de Transfers, que é o maior do mundo. Ele tem as melhores empresas de transfer cadastradas e faz uma busca em todas elas, conseguindo achar os melhores preços. Nós estamos usando em todas as viagens agora e achando ótimo, pois as empresas cadastradas tem que ter avaliação máxima, carros de no mínimo 2 anos de uso e vários outros critérios que garantem um ótimo serviço e muita segurança. É só colocar o aeroporto que vai chegar, o destino e escolher a melhor opção e o tipo de carro. Eles já dão o preço, o tempo do trajeto e todas as informações. E o cancelamento é grátis, então não tem dor de cabeça. Tem um campo de "Meet and greet" que você coloca seu nome, e quando chegar no aeroporto vai ter um funcionário com seu nome te esperando e com tudo pronto. Nós achamos bem mais barato do que pegar um transfer no aeroporto e foi tudo sempre muito rápido e fácil. Vale a pena se não for optar pelo aluguel de carro.

Como economizar nas viagens de trem em Portugal

Uma ótima opção para quem quer viajar por Portugal, de Lisboa à Porto ou qualquer outra cidade, inclusive de outros países como Espanha e França, é utilizar os trens. Os trens na Europa são ótimos, rápidos e muito confortáveis. É uma forma de economizar, pois as vezes as passagens aéreas são muito mais caras e você perde muito tempo com voos, embarque e check in no aeroporto. Uma dica para conseguir achar as melhores passagens e pelos menores preços é utilizar esse Pesquisador de trens da Europa. É o maior site de passagens de trem do mundo e ele faz uma pesquisa em todas as melhores empresas de trem de Portugal e da Europa e acha as melhores opções. Nós sempre fazemos nossas reservas por lá, pois eles tem sempre os melhores preços, o sistema de busca é muito bom, super fácil de reservar e é o site mais confiável do mundo para reservas de trem. É a melhor forma de comprar as passagens de trem da sua viagem pela Europa.

Trens na Europa

Como economizar bem na compra dos euros

Outra dica para economizar em Lisboa, Portugal e toda Europa é na compra dos euros que vai levar para lá. Conseguindo uma empresa de câmbio boa e sabendo a melhor forma de levar seus euros para lá, você consegue economizar muito. Levar os euros em espécie, que é o dinheiro vivo, é a melhor opção pois você economiza os 6% de IOF, que não são cobrados. O problema é que não dá para levar todo o dinheiro em espécie por questão de segurança. Nossa recomendação é sempre levar um valor em espécie, em torno de 500 a 1000 euros por pessoa, que é a forma mais barata e para gastos do dia a dia. O resto do dinheiro, levar em um cartão pré pago internacional, que é seguro, a taxa é bem mais barata que a do cartão de crédito e você pode acompanhar todos os gastos e recarregar a qualquer hora pela Internet ou aplicativo, sem falar que ele é aceito em mais de 90% dos estabelecimentos do mundo. O cartão de crédito é a forma mais cara de todas, tem o IOF de 6% e a taxa do câmbio é muito alta no fechamento da fatura. É bom desbloquear e levar o seu para a Europa para qualquer emergência e para o aluguel do carro e as reservas dos hotéis, que é preciso sempre ter um cartão de crédito internacional.

Nós sempre usamos e recomendamos a Cotação e a Confidence, que são as maiores empresas de câmbio do país. Elas são de confiança, possuem lojas espalhadas por todas as cidades e possuem todas as soluções em câmbio como venda de Euro em espécie, Libras e cartões pré pagos, de todas as moedas. Além de serem de extrema confiança e terem uma ótima taxa, o processo é excelente. Você consegue fazer tudo por telefone e eles entregam tudo, tanto os Euros em espécie quanto o cartão pré pago carregado, diretamente na sua casa, através de um portador da empresa. Muito mais conforto e principalmente segurança, pois você não precisa ir até uma loja e sair de lá com aquela quantia enorme de Euros no bolso. O Cartão Travel Money, que é o cartão pré pago que você carrega com os dólares, é excelente e você pode acompanhar tudo do aplicativo e pela Internet. Nós conseguimos uma parceria com as duas empresas para nossos leitores e clicando aqui em Solicitar Câmbio na Cotação ou Solicitar Câmbio na Confidence, você será direcionado para um site deles exclusivo onde é só preencher o seu nome e o telefone que eles mesmo entrarão em contato com você. Um atendimento fácil e exclusivo. E o melhor de tudo, com uma taxa de câmbio especial e diferenciada para parceiros. Além de ter a menor taxa e os melhores produtos, o processo é super simples e fácil. Nossa dica é solicitar o contato dos dois e ver qual está com a melhor taxa, para conseguir o melhor preço.

continuar lendo

20/09/17

Desapegue: viaje apenas com a bagagem de mão!

Na hora de viajar, a maior preocupação está sempre relacionada à árdua tarefa de arrumar as malas. Se já é difícil normalmente, imagina com o desafio de viajar apenas com a bagagem de mão? Vamos ver algumas dicas para viajar sem precisar despachar malas?

As vantagens de viajar só com a bagagem de mão

Antes de mostrar como isso é possível (e nem tão difícil assim), vamos listar aqui a principais vantagens de quem viaja apenas com uma mala:

1. Economia

Pelo menos até hoje, as companhias aéreas não cobram por bagagem de mão, e mesmo com algumas mudanças nas regras da ANAC em relação ao peso das bagagens de mão (que agora permite até 10 kg), se mantém gratuita. Lembrando que despachar bagagem é caro, principalmente quando o volume pesa mais que a quantidade especificada pela empresa.

2. Viagens mais rápidas

Se você estiver viajando apenas com bagagens de mão e fizer check-in online, não será necessário perder tempo em filas antes de ter acesso ao portão de embarque! E o que é extremamente prático na hora do embarque, fica ainda melhor no desembarque: você não vai precisar ficar esperando sua mala aparecer na esteira, o que pode consumir boa meia hora de qualquer viajante.

3. Sem extravios

Ao carregar seus pertences consigo, dois riscos enfrentados por quem despacha bagagem são eliminados: extravio e danos a objetos pessoais. Todo o necessário para a sua estadia fora de casa estará sempre pertinho de você e longe das mãos de funcionários com pressa para terminar suas atividades – e você não precisará se preocupar tanto com acessórios de segurança para proteger suas malas.

4. Locomoção facilitada

Já pensou que maravilha poder andar pra lá e pra cá, sem se preocupar com o peso de uma mala nas costas? Mesmo as malas com rodinhas podem ser desconfortáveis para quem não tem um carro à sua disposição.

Esqueça aquelas malas portáteis, quadradas e duras com rodinhas! É o conselho de Doug Dyment, criador do OneBag.com. Segundo Doug, as melhores malas de viagem para levar consigo são as flexíveis e adaptáveis. Ele sugere que você opte sempre por bolsas macias e menores, com alças e que podem virar mochilas, travesseiros e muito mais, além de se adaptarem a qualquer canto.

Ou seja, você pode moldar esse tipo de mala, para que ela caiba em qualquer lugar, sendo possível ainda aproveitar melhor todo o espaço interno e bolsos.

Outro detalhe importante: a bolsa escolhida deve respeitar o tamanho e o peso permitidos para bagagens de mão de cada companhia aérea. A companhias aéreas brasileiras (GOL, LATAM, Azul e Avianca) adotam as mesmas regras de peso, ou seja, todas permitem bagagens de até 10 kg. As dimensões permitidas dependem de cada companhia aérea, e as medidas das malas estão sendo rigidamente cobradas, tanto no Brasil quanto no exterior.

Como arrumar a mala? O que levar?

Nada além do necessário, o que exclui pares de sapato extras, diferentes opções de blusas, secador de cabelo, entre outros itens que costumam fazer parte de quem ‘peca pelo exagero’ na hora de viajar. A dica, portanto, é pensar na sua última viagem e tentar lembrar o que você levou e nem sequer tirou da mala.

Faça uma lista do que é prioridade, do que pode fazer falta e do que é facilmente dispensável. Em seguida, vá eliminando itens até chegar ao que é realmente necessário. Preste atenção também no que pode e o que não pode ser levado na bagagem de mão, para evitar que você tenha que deixar alguma coisa ao passar pelo raio-x.

Para viajar apenas com bagagem de mão, é ideal usar mochilas que tem muitos bolsos, compartimentos laterais e entrada superior. Durante viagens muito curtas, ele recorre à pequena mochila da marca Gota.

A lista do Sam se divide em itens absolutamente essenciais:

• Passaporte;
• Carteira de motorista;
• Bilhetes de avião ou impressões de cartões de embarque;
• Cartões bancários (débito e crédito) + algum dinheiro;
• Detalhes de aluguer de hospedagem e transporte.

Vestuário:

• Blusa ou camiseta com toca, que pode ser usada para bloquear a luz ao dormir;
• Jaqueta Dressy — normalmente usado no avião;
• Camisetas;
• Camiseta de manga longa;
• Calça de brim;
• Calça leve com pernas removíveis — que podem virar bermudas;
• Roupa de banho;
• 3 pares de meias;
• 3 pares de peças íntimas;
• Chapéu de sol — se visitar clima ensolarado;
• 1 par de sapatos/botas — normalmente usado no avião;
• Chinelos ou sandálias — quando visita lugares quentes;
• 1 par de sapatos mais sofisticado, para sair à noite;
• Cinto — usado no avião.

Acessórios:

• Garrafa d'água;
• Câmera digital + carregador;
• Celular + carregador + fones de ouvido;
• Cortador de unhas;
• Óculos de sol;
• Tampões para ouvido;
• Kit de primeiros socorros — normalmente só levado em viagens ecoturísticas;
• Caneta e bloco de notas pequeno com detalhes de voos e outras informações importantes;
• Mapas, guias, livros de frases;
• Material de leitura — normalmente pelo menos um livro de bolso.

Higiene pessoal:

• Escova de dentes, creme dental, fio dental;
• Produtos para barbear;
• Pequena embalagem de xampu e sabonete;
• Hidratante;
• Protetor solar;
• Desodorante.

Nota: as regulamentações atuais afirmam que embalagens quaisquer líquidos ou géis (perfumes, xampu, água potável, etc) não devem ultrapassar 100 ml (por frasco) e devem ser embaladas em um saco transparente, hermeticamente fechado. Vale lembrar que estas restrições estão sujeitas a alterações. Por isso, sempre verifique as informações junto à companhia aérea com a qual você vai viajar.

A arte de guardar as roupas na mala

Para deixar sua bagagem ainda mais compacta, vale a pena investir em formas diferentes de dobrar as roupas. Uma delas é o Bundle Wrapping, método que utiliza pequenas peças de roupa como "núcleo” da dobradura, em torno das quais outros itens são envolvidos. Com isso, camisas ou calças jeans servem como pacote para os demais objetos e peças de roupa.

Embora prático, para deixar tudo mais organizado, este método tem algumas desvantagens, como ser necessário desembalar o pacote inteiro sempre que for necessário retirar algum item da sua bolsa.

Como última sugestão: tente sempre usar os itens mais volumosos durante o trajeto dentro do avião e use seus bolsos sempre que possível.Desapegue e viaje mais leve e tranquilo!

Fonte: Skyscanner

continuar lendo

20/08/17

12 lugares para viajar no Nordeste

O Nordeste brasileiro é um dos destinos mais desejados do país, extremamente popular entre turistas brasileiros e internacionais. Talvez seja a maravilhosa combinação de praias paradisíacas, seus inúmeros resorts, cultura por todos os lados ou então o sol quente o ano todo…. De tão exuberante, a região Nordeste impõe a obrigação (quase moral) de visitá-la pelo menos uma vez na vida.

E, como muitos lugares do nosso rico país, no Nordeste existem destinos para todos os gostos e bolsos. Aqui listamos 12 lugares entre os mais belos cartões-postais da região que você precisa conhecer.

Lugares para viajar no Nordeste

1 –  Genipabu, Rio Grande do Norte

O Parque Turístico Ecológico Dunas Genipabu é um dos pontos turísticos mais visitados do Rio Grande do Norte. Localizada no município de Extremoz, Genipabu está apenas 25 km distante do centro de Natal. Com um cenário de tirar o fôlego, o local abriga dunas que são consideradas as mais altas do país. Em um certo ponto, é possível encontrar uma lagoa de água doce, um verdadeiro oásis em meio a paisagem.

2 – Lençóis Maranhenses, Maranhão

A área de conservação ambiental chamada de Parque dos Lençóis Maranhenses engloba um imenso deserto, dunas, mangues, lagoas de água doce e uma imensa representação da fauna e flora brasileira.  A areia fina e leve passa por alterações por conta dos ventos fortes, alterando a paisagem, que fica em constante mudança. É um paraíso surreal, entre os municípios de Barreirinhas, Primeira Cruz e Santo Amaro. Esta última cidade abriga um dos pontos mais conhecidos, a Lagoa da Gaivota.

3- Morro de São Paulo, Bahia

Quer fugir do trânsito e dos carros? Conheça Morro de São Paulo, uma vila localizada em uma ilha rodeada de praias incríveis, no sul da Bahia. Um dos locais mais visitados do estado, a ilha acessada através de barco em Salvador ou Valença. Rodeada de natureza, a vila conta com praias paradisíacas, ótimos restaurantes pé na areia e pousadas aconchegantes.

4- Porto de Galinhas, Ipojuca (Pernambuco)

Porto de Galinhas é uma praia localizada em Ipojuca, litoral de Pernambuco. São mais de 18 km de areia branca batida, águas mornas e cristalinas. As piscinas de Porto de Galinhas são um refúgio para diversas espécies de peixes que deslizam calmamente para a alegria dos turistas mais curiosos.

5 – Pelourinho, Salvador (Bahia)

Quem é que não quer um pouco do clima baiano? Se você deseja vivenciar uma aula de história em tempo real, deve visitar o Pelourinho em Salvador, pelo menos uma vez na vida. O local possui várias de estilo colonial, a Fundação Jorge Amado, muitas igrejas e a sede do Olodum. História e Cultura caminham de mãos dadas no ponto turístico. Não é à toa que brasileiros adoram e os gringos ainda se apaixonam pela capital baiana.

 6 – Baía dos Porcos, Fernando de Noronha

O arquipélago brasileiro já é famoso por suas vistas impressionantes. Entre pedras escuras de origem vulcânica e próximo a uma grande falésia estão piscinas naturais da Baía dos Porcos, ricas em fauna marinha, tornando-se região de preservação. O acesso a uma das praias mais bonitas do Brasil é difícil, mas a paisagem recompensa o esforço de chegada.

 7 – Jijoca de Jericoacoara, Ceará

Se você quer saber como se chama o paraíso, o nome que procura é Jijoca de Jericoacoara, no Ceará, cidade acessada a partir de Fortaleza. Com fama internacional, a praia é famosa pelas redes que são esticadas ao longo lagoa, que varia entre tons de azul e verde, onde você pode simplesmente deitar e relaxar.

Aviso aos navegantes: o local continua um tanto inóspito. O acesso é feito somente através de carros com tração 4×4, que atravessam caminhos de areia. A vila não tem iluminação elétrica, fazendo com que este seja um bom ponto para se observar o céu estrelado.

8 – Praia do Gunga, São Miguel (Alagoas)

O Gunga está localizado no município de Barra de São Miguel, a 33 km ao sul de Maceió, capital do estado de Alagoas. Formada por mar esverdeado, a sua praia é de areia branca e fofa com diversos e enormes coqueirais tipicamente alagoanos. Além disso, possui piscinas naturais e um mirante, de onde é possível ter uma visão panorâmica da região. Além das falésias, aqui você também encontra rochas íngremes que parecem esculpidas pela natureza.

9 – Maragogi, Alagoas

Maragogi é ideal para mergulho, feito em águas calmas, mornas e cristalinas, onde se observam corais e até barcos naufragados. Constantemente comparado às ilhas caribenhas, Maragogi tem 22 km de praias exuberantes e Galés, conjunto de piscinas naturais cristalinas. Vale a pena conhecer também Barreira de Peroba e Taoca.

10 – Maracajaú, Maxaranguape (Rio Grande do Norte)

Com piscinas naturais chamadas de “parrachos”, a praia é ideal para a prática de mergulho, de onde se observa inúmeros peixes e outras maravilhas do fundo do mar. Entre os destaques de sua grande biodiversidade estão espécies como a Barracuda e a Tainha, além de lagostas e polvos. Visite também o Farol, que tem 70 anos de idade.

11 – Canoa Quebrada, Aracati (Ceará)

Aracati, onde fica a famosa praia de Canoa Quebrada, possui uma das paisagens mais lindas que você já viu: com falésias multicoloridas, lagoas e dunas incríveis que abraçam o mar esverdeado completando a paisagem. Lá você também pode fazer passeio de bugue, voar de parapente e curtir o pôr do sol do alto das dunas.

12 – Olinda, Pernambuco

Ó linda, Olinda! A pequena e famosa cidade vizinha da grande Recife costuma aparecer nos noticiários pelo menos uma vez por ano: no Carnaval, com seus famosos bonecos e o frevo tomando conta das suas ladeiras. Mas fora do tempo dos foliões, Olinda é uma cidade calma e charmosa que abriga rica história e está rodeada de exuberante natureza.

Fonte: Quanto custa viajar

continuar lendo