Pacotes

< Voltar

Roma

  • Duração:

Seja o que fazer em Roma para aproveitar ao máximo a sua viagem à Itália e conhecer os principais pontos turísticos e históricos da cidade. Além de ser um museu a céu aberto Roma é maravilhosa em todos os sentidos: gastronomia, passeios ao ar livre, histórias, compras e muito mais. Há muita coisa para se fazer na cidade, por isso o ideal é ficar pelo menos 4 dias por lá, contando 1 deles para conhecer o Vaticano, para poder conseguir ver suas principais atrações. O bom é que vários pontos turísticos da cidade são bem próximos um dos outros, sendo possível ir caminhando entre eles. Então, veja o que você não pode deixar de fazer em Roma e programe seu roteiro o quanto antes para lá.

Comece sua incrível jornada na Itália visitando os pontos mais históricos de Roma. Símbolo da Itália e do Império romano o Coliseu em Roma é um dos monumentos mais famosos do mundo e atrai nada mais nada menos do que 4 milhões de turistas todos os anos. Sua construção se iniciou no ano de 72 d.C. e, durante décadas, serviu de palco para gladiadores que lutavam entre si ou com animais para um público de mais de 70 mil romanos. A visita às ruínas do Coliseu é um passeio obrigatório a todos os turistas que visitam Roma, não somente por sua grandeza mas por toda a sua história.

No mesmo dia que for ao Coliseu vá também no Fórum Romano e no Paladino. O interessante é que o ingresso do Coliseu dá direito a visitar esses dois grandes pontos turísticos de Roma e, os três ficam um ao lado do outro. O Monte Paladino é uma das sete colinas de Roma, repleta de história inclusive a da fundação de Roma. O Fórum Romano de Roma, conhecido também como o "berço do Direito", é um lugar incrível e muitas pessoas dizem que acham mais interessante do que o próprio Coliseu. Estas são construções antigas muito famosas como o Arco de Tito, a Basílica Giulia e o Templo de Saturno, que formam uma área enorme aberta com construções que sobraram da história de Roma e foram preservadas.

Indo para o Coliseu e Fórum Romano provavelmente você vai passar pela Praça Veneza. Esta é uma das mais famosas praças romanas, onde se encontra o incrível Vittoriano, um monumento dedicado ao rei Vittorio Emanuele II e que hoje é um dos maiores museus do mundo. Você pode entrar no Vittoriano quando estiver voltando do Fórum Romano ou retornar outro dia para explorar melhor o lugar. A entrada é gratuita. Se der tempo, já faça tudo em um dia só, pois tem muitas outras coisas legais para se fazer em Roma.


O Panteão de Roma, chamado de Pantheon, é um templo dedicado a todos os deuses romanos. Hoje, por lá se encontram enterradas diversas personalidades ilustres como os pintores Raffaello e Annibale Caracci, os reis Vittorio Emanuele II e Umberto I, e a rainha Margherita. É um lugar que não pode ficar de fora da sua lista de o que fazer em Roma, pois é muito bonito, a entrada é gratuita e logo em frente ao Panteão tem uma praça muito charmosa com ótimos restaurantes. Nossa dica é ir de dia visitar o Panteão, por causa da luz do sol, e depois voltar a noite para jantar em um dos seus restaurantes que são ótimos, que apresentam as mesas do lado de fora na praça e contam com vários artistas e cantores que ficam lá animando a noite de todo mundo.


As praças são os lugares que você mais vai ver na sua lista de o que fazer em Roma. É muito comum na Itália ter essas praças enormes, com restaurantes em volta e artistas de todos os tipos tentando ganhar uma gorjeta. Tem a Praça da Rotonda, que é aquela que fica o Panteão e já comentamos. A Piazza di Spagna é bem legal e fica mais ao norte de Roma, um pouco afastada das outras atrações. A Piazza Navona em Roma é a mais famosa de todas e, um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. O ponto de visitação mais famoso na Navona é a Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos Quatro Rios) que foi esculpida por Gian Lorenzo Bernini, entre 1648 e 1651, e representa os quatro rios mais importantes do mundo naquela época. A Piazza Navona é enorme e também tem excelentes restaurantes em sua volta. Reserve um dia para almoçar ou jantar por lá.

A Fontana di Trevi é um dos lugares com a maior concentração de visitantes por metro quadrado em Roma. Imortalizada no cinema a Fontana di Trevi virou uma tradição pelos turistas que se aglomeram para fazer o tradicional ritual de jogar uma moeda na água que, conforme a lenda, faz com que o visitante retorne à cidade. A dica é ir cedo ou bem tarde, pela noite, quando há menos pessoas.

Reserve um dia para se dedicar ao Vaticano. Vá para lá o mais cedo possível para visitar a Basílica de São Pedro e fotografar a Praça São Pedro, que aquela praça famosa que enche quando o Papa discursa. A entrada é gratuita para essas atrações e não pode entrar na Igreja com roupas muito ousadas, como saias curtas e ombros de fora. Depois que sair de lá siga para os Museus do Vaticano, um complexo de museus que fica ao lado da Basílica de São Pedro. Você vai caminhar uns 20 minutos para chegar até os museus e no caminho irá se deparar com uma enorme variedade de lojas de souvernirs que vendem de tudo do Vaticano. Os Museus do Vaticano estão entre os mais ricos museus do mundo, por possuírem coleções com valor histórico inigualável, e para visitar eles é necessário comprar o ingresso. Compre antes pela internet, pois a fila fica enorme lá na entrada. Os Museus do Vaticano são pequenos e interligados. Além de todos os museus o visitante pode visitar a Capela Sistina, a Galeria dos Candelabros, a Galeria dos Mapas, as Salas de Rafael, a Coleção de Arte Religiosa Moderna e Contemporânea e a Sala da Biga.

Os museus também são grandes atrações para quem visita Roma. Visite algum museu em Roma como os museus Capitolinos, que são divididos entre 6 espaços: Palácio dos conservadores, Palácio dos Senadores, Palácio Clementino-Caffarelli, Palácio Novo, Galeria Lapidaria e Central Montemartini. A coleção dos museus é majestosa e abriga obras de diversos períodos da história da arte. Os museus estão na lista dos mais visitados da Europa. Outro museu que é um complexo museológico é o Museu Nacional Romano, considerado um dos mais famosos museus da Itália. O legal é que ele possui um grande e magnífico acervo constituído por coleções preservadas ao longo dos anos. Para quem gosta de museus, prepare-se para aumentar ainda mais sua lista de o que fazer em Roma.

A Itália é sinônimo de gente estilosa, grandes estilistas e marcas mundialmente famosas. Roma é o reduto de diversas lojas de grifes nacionais e internacionais que fazem a cabeça dos turistas que visitam a cidade. Independente da época, é impossível não ver os turistas com alguma sacola andando pelas ruas de Roma. A cidade conta com diversas lojas para todos os gostos e todos os públicos, de boutiques caras à muitas lojas com preços acessíveis com roupas e acessórios de qualidade. A dica é ir na Via del Babuino que recebe o título de “a rua mais glamorosa de Roma” com lojas como Tiffany & Co, Mac e Hogan, mas só para olhar. Agora a maioria das grandes lojas estão todas na Via del Corso, uma avenida enorme que corta a cidade e tem todas as lojas de roupas e acessórios que os turistas adoram. Ande a Via del Corso de ponta a ponta e ela termina lá em cima na Piazza di Spagna, onde estão localizadas as marcas mais procuradas pelos turistas. Leia ainda a matéria sobre compras em Roma com ótimas dicas e sugestões para a sua programação.

Agora que você já sabe o que fazer em Roma, uma dica legal e que faz a diferença na viagem é escolher bem a localização do seu hotel e se hospedar em um lugar legal.

Se interessou por esse pacote?

Preencha os campos abaixo com seus dados que entraremos em contato